O que é o Meu INSS?

O Meu INSS surgiu para trazer mais comodidade aos Segurados da Previdência Social e desafogar as Agências do INSS.

Após se cadastrar, é possível consultar benefícios, imprimir extratos e até agendar perícias. Para que não reste dúvidas a respeito dessa plataforma, iremos lhe ensinar o que ela faz! 

Meu Inss

O que o Meu INSS faz? 

Com o surgimento da plataforma, o Segurado poderá resolver diversas situações sem que tenha que se deslocar a uma Agência de Previdência Social (APS). Veja algumas:

1) Requerimento de benefício:

Realizar o pedido de benefícios, como salário maternidade, pensão por morte, auxílio-reclusão, BPC, aposentadorias, etc (veja benefícios).Por meio da própria plataforma é possível enviar toda a documentação, no entanto será necessário comparecer a uma Agência do INSS para que um servidor autentique;

2) Extrato de Contribuições:

Consultar o CNIS, documento onde estará expresso todo seu histórico contributivo. Ou seja, informará todos os seus vínculos empregatícios registrados. Pode ser que alguns de seus empregos não constem, isso se dá quando o empregador não realiza o pagamento dos tributos de maneira devida (veja Reclamatória Trabalhista) ou por conta de alguma inconsistência no sistema;

3) Extrato de Pagamentos:

Caso você tenha requerido um benefício e ele tenha sido concedido, por meio dessa ferramenta é possível verificar se já há algum pagamento programado, qual será a data e a agência bancária em que o valor será depositado! Após ter o benefício concedido é muito importante que consulte a função com frequência, para evitar a perda do prazo de saque de valores;

4) Agendamento de Perícia:

Em caso de acidente ou adquirir doença que o incapacita para o trabalho, pode ser que tenha direito ao Auxílio-Doença. Por meio da plataforma é possível agendar a perícia em que o Perito do INSS constatará se você está de fato incapacitado. É muito comum que o benefício seja indeferido mesmo com o segurado estando sem condições de trabalhar. Nesses casos, é possível recorrer da decisão por meio de uma ação judicial;

Saiba qual o melhor benefício por incapacidade para você: Faça o Teste

5) Pedido de Empréstimo:

Ao receber algum benefício que não tenha data de fim programada, pode ser possível realizar um pedido de empréstimo por meio da plataforma. É muito importante saber que nem todo benefício dá direito a empréstimo do INSS e que há um período de recebimento do benefício até que seja possibilitado de realizar o procedimento! Quando for pagar, o valor será descontado diretamente do benefício;

6) Simulação de Aposentadoria:

Por essa ferramenta é possível saber quanto tempo você já contribuiu para previdência, ou seja, o tempo trabalhado de carteira assinada ou pago em guias de contribuição.

Assim, por meio dos vínculos que constam no CNIS, o sistema calcula quanto tempo você ainda precisa trabalhar e quantos anos deve envelhecer até ter possibilidade de alguma aposentadoria.

Mas atenção! É muito comum que esse valor seja inferior ao que você trabalhou de verdade. Consulte um advogado para calcular se o tempo que consta no CNIS bate ao que você trabalhou de verdade.

Saiba sobre Aposentadoria Rural: Clique Aqui

Quais os maiores problemas do Meu INSS?

Ainda que facilite muito a vida dos trabalhadores, o portal do INSS ainda não é perfeito e pode acontecer de que após entrar, a plataforma apresente erros. 

O principal deles é o de falha no sistema, em que geralmente deixa a mensagem: “Ocorreu um erro ao buscar seus dados”. Isso acontece quando há um número de acessos simultâneos ao site ou aplicativo. 

Com o fechamento das APS o erro se tornou ainda mais constate e não há nada que o Segurado possa fazer para corrigir, mas é possível evitá-lo. Para isso, a dica é buscar acesso a plataforma em um horário em que poucas pessoas estejam usando, como de madrugada.

Outra dica é atualizar a página do navegador, por meio da tecla F5 do teclado ou arrastando a página para baixo no caso de acesso pelo celular. Assim, o site será recarregado e as informações podem aparecer. No entanto, pode ser necessário que se repita a operação várias vezes e ainda assim não ter sucesso.

problemas com meu inss

Além disso, pode acontecer, ao responder o questionário de recuperação de senha ou cadastro, de apresentar o erro de “Dados Divergentes”. Isso ocorre quando uma ou mais das perguntas do questionário foi respondida erroneamente. Ao ocorrer esse erro só é possível que o questionário seja respondido novamente depois de 24 horas. Portanto, preste muita atenção ao responder as perguntas! 

Atravês das Agências físicas será possível realizar o pedido senhas para acessar o portal. Para isso, basta o Segurado, levar seu documento com foto e CPF e pedir um Código de Acesso. Após recebê-lo, entrar no site ou aplicativo, digitar seu o número de seu CPF e o código entregue.

Não Consigo dar Entrada pelo Meu INSS?

O INSS fez acordos com algumas entidades para ter acesso ao sistema e protocolar diretamente o benefício sem necessidade de deslocamento físico às agências para entregar qualquer documento.

Uma das entidades conveniadas é a Ordem dos Advogados do Brasil, que firmaram parceria por Estado com o INSS. No estado do Amapá e Pará existe esta parceria que possibilita aos advogados acesso ao sistema do INSS.

Por isso, caso o beneficiário prefira, poderá buscar um advogado para ingressar com o pedido de seu benefício mais adequado ao seu caso, além de analisar toda a documentação necessária.

Onde entro em contato para que o escritório peça ao INSS o meu benefício?

Não precisa morar nos municípios da localização de nossos escritórios(Macapá/AP e Santana/AP), pois o nosso atendimento é virtual ou por telefone. Para que isso aconteça, agende o atendimento que entraremos em contato: Clique Aqui ou na imagem abaixo.

meuinss benefício entrada