Isso mesmo, o INSS! Ele buscou aposentadoria.

Isso mesmo, o INSS! Ele buscou aposentadoria.

O INSS, após os seus trinta anos de trabalho, buscou aposentar, mas teve muitas dificuldades e, ao final, tomou uma decisão.

O problema inicial foi buscar informações sobre o que precisava para aposentar. Descobriu que não tinha como comprovar alguns períodos de trabalho e, por isso, ao invés de trinta, ele tinha somente 25 anos.

Mesmo assim, com a fé que move todo brasileiro, acreditou que daria certo, por isso foi todo alegre buscar a si mesmo em uma agência. Entretanto não conseguiu atendimento por ser necessário agendar e informaram que deveria ligar para o 135 ou acessar o MeuINSS.

Saiba onde reclamar do INSS no Amapá: Clique aqui.

Após agendar a sua ida a sua agência, descobriu que deveria enviar os documentos pelo sistema do Meu INSS e somente ir à agência se fosse chamado. Perguntou para ele mesmo se demoraria, que respondeu que não, mesmo sabendo que poderia levar de alguns meses ou anos.

Mesmo assim, confiou que ao final de todo esse martírio, teria a sua sonhada aposentadoria, recebendo de forma digna para que curtisse a velhice. 

Chegou em casa e acessou o MeuINSS, conseguindo, com a ajuda de seu irmão, “DataPrevis”, enviar os seus documentos ou, pelo menos, aqueles que pensou que fossem necessários.

Quer saber mais sobre aposentadoria: Clique aqui.

Após alguns meses, foi à sua agência para saber sobre o resultado, mas disseram que somente ligando para o 135 ou acessando o MEUINSS teria a resposta. Logo fez, descobrindo que o processo está imóvel como “jegue empacado”.

Masss, finalmente, após 10 meses o sonhado resultado veio e ele já poderia se imaginar em uma viagem ou terminando de quitar todas as suas dívidas. 

Foi quando descobriu que foi negado, pois não tinha os 30 anos mínimos para mulher aposentar, mas somente 25 anos.

Por isso, decidiu que deveria trabalhar até morrer, pois a aposentadoria estava difícil…

Até poderia ter acabado assim, mas o INSS, de forma muito inteligente, buscou um advogado previdenciário, que entendia MUITO do assunto, informou os seus direitos e como seria para conseguir a sua aposentadoria.

Mais uma vez havia esperança!